Posted on

Atendimento humanizado na era digital

Em um mundo cada vez mais tecnológico e com o contato físico em declínio, este modelo de atendimento acaba se tornando um grande diferencial competitivo no mercado.

Claro que isso não deve eliminar a tecnologia de nossas vidas, pelo contrário, devemos mantê-la por perto. Ela nos ajuda na praticidade do dia-a-dia e na automação de processos.

Porém, somente ela não é suficiente para atender todas as expectativas do cliente e é neste momento que entra o atendimento humanizado.

Através dele o cliente terá toda a atenção necessária, ele será ouvido e poderá expressar seus pensamentos e opiniões sem nenhuma retaliação.

Este modelo de atendimento tem como grande pilar a empatia. Ela consiste em tentar compreender os sentimentos e as emoções do próximo.

Não basta apenas atender o cliente oferecendo qualquer produto. Temos que atender e entender, conhecer seu ponto de vista, seus desejos e claro, sua empresa.

A partir daí, buscar em um trabalho conjunto a melhor rota a seguir e que no final o cliente tenha encontrado a satisfação e a sensação de objetivo alcançado.

Conseqüentemente estas obtenções positivas serão refletidas na empresa e na equipe que o ajudou a chegar lá.

Atender de modo humanizado sempre será um desafio, pois o contato será direto e cada pessoa tem um jeito de ser, de pensar e de agir.

Na era digital este desafio se torna ainda mais complicado, pois, devemos driblar o ato automático das pessoas de desejarem que tudo se resolva sem sair de casa.

O contato entre cliente e empresa é importante e sempre traz ótimas experiências e resultados diferenciados.
É fundamental que a empresa crie um modo de atração, que desperte a vontade nas pessoas de realizar um networking mais presencial.

Mas tem que haver cuidado! As atitudes e estratégias devem condizer com os objetivos da empresa. O melhor deve ser buscado para ambos dentro dos valores de cada um.

Não se esqueça também de praticar com seu cliente interno, que são os colaboradores, a equipe que compõe a organização. Eles são peça chave para o crescimento e desenvolvimento.